Primeira telha fotovoltaica de fibrocimento do Brasil recebe registro do Inmetro

A Eternit, companhia especializada no fornecimento de matérias-primas, produtos e soluções para o setor de construção civil, recebeu o registro do Inmetro para a primeira telha fotovoltaica de fibrocimento do Brasil, batizada de Eternit Solar.

Após testes executados no Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo (IEE-USP), o novo modelo agora está certificado sob o registro 008434/2021.

Além disso, o modelo está instalado na Universidade de Santa Catarina (UFSC) e na unidade fabril de Atibaia, onde já é produzida a telha de concreto Tégula Solar, primeiro modelo fotovoltaico comercializado pela empresa.

“Trata-se de uma tecnologia revolucionária que é parte de nossa estratégia de democratizar o acesso à energia solar a partir de fontes renováveis. Nossa expectativa é de que o novo produto alcance o alto potencial de mercado pois tem compatibilidade com as telhas tradicionais de fibrocimento”, afirma Luís Augusto Barbosa, presidente da Eternit.

Esteticamente ondulada e levemente plana no topo das ondulações, onde células solares são integradas formando um conjunto único, apresenta dimensão de 2,44 m x 1,10 m.

A nova tecnologia possui potência superior de 142,2 Wp (watt-pico) e maior geração de energia por telha.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais