Receita trimestral da Movida supera R$ 2 bilhões no primeiro trimestre

A Movida, empresa de aluguel de carros, concluiu o primeiro trimestre com lucro líquido de R$ 258,1 milhões, alta de 135,7% que o mesmo período do ano passado, e margem líquida de 13,1%.

A empresa também registrou receita bruta de R$ 2 bilhões pela primeira vez em um trimestre. A receita líquida da locação de veículos (RAC), foi de R$ 993,2 milhões, um crescimento de 87,3% neste segmento, e de R$ 972,6 milhões no segmento de seminovos, aumento de 254,3%. A frota da companhia totalizou mais de 191 mil carros.

“No ano passado, fomos líderes no aumento de market share dentre as empresas de capital aberto, segundo a ABLA, e também a única locadora a ganhar participação no mercado de RAC. Fortalecemos nossas parcerias com as montadoras, comprando 21 mil carros nesse trimestre, isso reforça nossa posição como a locadora de veículos com a frota mais nova do Brasil”, destaca Renato Franklin, CEO da empresa.

RENT A CAR (RAC)

A empresa abriu 9 lojas no período e cresceu 41,6% no volume de diárias, registrando uma taxa de ocupação acima de 75% no trimestre. A receita líquida neste segmento atingiu R$ 595,8 milhões, aumento de 63,2%.

“O crescimento da oferta para pessoa física, acelerado pela pandemia, seguiu nesse trimestre, comprovando uma mudança de comportamento do consumidor que vem refletindo no aumento do período de locação. Acreditamos que as pessoas estão cada vez mais se adaptando à cultura do acesso no lugar da posse”, comenta o executivo.

GESTÃO E TERCEIRIZAÇÃO DE FROTAS (GTF)  

No primeiro trimestre, a receita líquida de GTF atingiu R$ 397,4 milhões, alta de 140,4%. O resultado alcançado se deve, principalmente, à incorporação de mais de 25 mil carros da CS Frotas, que aconteceu em agosto do ano passado, e ao crescimento da frota, que passou de 52,4 mil para 95,4 mil carros no período.

SEMINOVOS 

Em seminovos, os resultados seguiram fortes em meio a um cenário desafiador. A empresa vendeu mais de 15 mil veículos, quase três vezes mais do que no no mesmo período do ano passado. A receita líquida do segmento no trimestre alcançou R$ 972,6 milhões, com crescimento de 254,3%.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais