Nomad capta R$ 160 milhões e é avaliada em mais de R$ 1 bilhão

Nomad, que permite a abertura de conta corrente e investimentos em um banco norte-americano de forma 100% digital, acaba de captar um novo investimento no mercado, desta vez no valor de US$ 32 milhões e é avaliada em mais de R$ 1 bilhão.

O aporte foi liderado pelo fundo de venture capital americano Stripes e acompanhado pelos fundos: monashees, Spark Capital, além da Propel, Globo Ventures e Abstract

Fundada em 2019 pelos empreendedores Patrick Sigrist, também fundador do iFood, Marcos Nader e Eduardo Haber, a fintech foi criada com o objetivo de facilitar o acesso a serviços financeiros no exterior, unindo em uma única plataforma soluções financeiras como câmbio, transferências, pagamentos, compras internacionais e investimentos em mercados globais.

O CEO, Lucas Vargas, que se juntou aos fundadores em 2020, comenta que desde o lançamento do aplicativo, a Nomad já atingiu o número de 300 mil clientes, em menos de 18 meses de operação:

“Devemos chegar a 1 milhão de clientes na virada deste ano, inicialmente essa projeção era para o final de 2023”, afirma.

INVESTIMENTO EM TECNOLOGIA E NOVAS CONTRATAÇÕES

O novo capital será empregado em tecnologia focando no desenvolvimento da sua nova plataforma de investimentos que já permite a compra de ações individuais, no lançamento de novos produtos, no investimento de novos canais de marketing, expansão da operação e no aumento de colaboradores.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais