Fintech desburocratiza acesso ao crédito e aprova 3 vezes mais que o sistema financeiro

Nos últimos anos o mercado experimentou  um crescimento de consumidores à procura de soluções que facilitem a vida e sejam capazes de desburocratizar processos bancários.

A virada de chave, potencializada pela pandemia e proposta pelas fintechs, transformou a maneira de milhares de pessoas lidarem com o dinheiro.

O avanço trouxe, também, a evidência sobre o agravamento da situação financeira dos brasileiros. Um cenário que torna a busca por crédito ainda mais desafiadora para milhões de pessoas que dividem as classes menos favorecidas do país, já que 97% dos pedidos de produtos financeiros não são aprovados.

Na contramão dos indicadores, a Foregon desburocratiza o acesso ao crédito, elevando o percentual de aprovação. A fintech atua como ponte entre as instituições financeiras e os consumidores.

Segundo Gustavo Marquini, CEO da empresa, em média, o percentual de aprovação no marketplace é 3 vezes maior do que no sistema financeiro:

“De um lado, ajudamos os consumidores a encontrarem o cartão mais adequado ao seu perfil, e do outro as instituições financeiras, que não precisarão analisar inúmeras propostas para aprovar somente três clientes, por exemplo”.

No portal, por meio da consulta de score, algoritmos e ferramentas definem qual produto se encaixa melhor com as necessidades do consumidor, e nem sempre a indicação está entre os pedidos inicial. O processo é simples e dura em média 5 minutos

“Temos mais de 20 instituições financeiras como clientes e uma carteira de mais de 300 opções entre cartões de crédito, contas digitais e empréstimos, que economizam tempo e dinheiro com o match. No primeiro trimestre deste ano, processamos mais de meio milhão de propostas. Nosso objetivo é descomplicar cada vez mais o processo de aprovação de crédito impactando um número de brasileiros ainda maior”, conclui.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais