Pesquisa revela que 65% dos brasileiros afirmam que as normas técnicas são importantes no seu dia a dia

O Instituto FSB Pesquisa fez um levantamento exclusivo, a pedido da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), para avaliar a relação do brasileiro com o conhecimento sobre a normalização de produtos e serviços. A amostra foi de 1 mil entrevistas online.

Segundo o estudo, 65% dos brasileiros afirmam que são importantes no seu dia a dia, 66% para que produtos do dia-a-dia não façam mal nem agridam ao meio ambiente e 57% para que sejam criados/produzidos cada vez mais com base em inovação.

O levantamento destacou ainda a importância que as normas técnicas trazem a sociedade. De acordo com os dados da pesquisa, 65% dos entrevistados acreditam que a normalização de produtos e serviços protegem os consumidores e usuários em geral, de produtos e serviços, 56% que compartilham os avanços tecnológicos e a boa prática de gestão, 61% fornecem aos governos uma base técnica para saúde, segurança e legislação ambiental, e avaliação da conformidade, 44% facilitam o comércio entre países tornando-o mais justo, 43% disseminam inovação, 65% tornam o desenvolvimento, a fabricação e o fornecimento de produtos e serviços mais eficientes, mais seguros e mais limpos e 46% tornam a vida mais simples provendo soluções para problemas comuns.

“As normas têm uma enorme contribuição para a maioria dos aspectos de nossas vidas, pois são as principais referências no desenvolvimento de soluções, produtos e serviços disponíveis e que estão mais presentes no dia-a-dia, desde a roupa que vestimos ao alimento que chega à mesa”, revela Mario William, presidente da ABNT.

INOVAÇÃO

A pesquisa trouxe também as principais percepções do brasileiro quando o assunto é inovação. De acordo com o levantamento, 82% da população entendem uma situação como sendo inovadora quando que se trata de uma mudança que torna a vida das pessoas mais simples ou prática, 72% acreditam que uma mudança que reduz o custo de um produto ou serviço é uma inovação, 23% consideram inovação quando um produto/serviço passa a ter algum tipo de certificação ou selo e 19% avaliam uma mudança no design de um produto.

Quando estimulados a falarem sobre o que considera inovação, 37% dos brasileiros entendem que seja o lançamento de algo novo, enquanto 34% acreditam no aperfeiçoamento de um produto ou serviço, 10% relacionam a algum avanço tecnológico e apenas 4% à soluções facilitadoras.

Para 23% dos entrevistados, a tecnologia é o atributo mais associado a ideia de inovação, acompanhado de novidade e criatividade com 13% cada uma e para 11% trata-se da aplicação de alguma mudança. 

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais