Accountfy prevê gerar 40% da receita com o mercado latino-americano até 2024

Em plena expansão nacional e internacional, o Accountfy, plataforma SaaS que facilita as atividades da gestão financeira, prevê dobrar de tamanho este ano.

Em julho, a startup fundada por Goldwasser Neto (CEO) e João Mano (COO), completa 5 anos e, durante esse período, cresceu três vezes em seu faturamento anualmente.

O aniversário chega com várias conquistas: presença em cinco países, 170 colaboradores e um crescimento de 25% no número de novos clientes.

Um dos impulsos para a ampliação da atuação em novos mercados, em especial o norte-americano, onde abriu uma filial no ano passado, veio do aporte de US$ 4,5 milhões que recebeu da Redpoint eventures e da HDI Seguros no último ano.

O montante foi complemento a um investimento no valor de US$ 6,5 milhões realizado pelas duas empresas em 2019, utilizado para contratação de equipe, desenvolvimento da plataforma e criação da máquina de vendas.

Hoje, as operações no Chile, Colômbia, México e Peru representam 7,5% da receita da empresa. No longo prazo, um dos objetivos estratégicos é que o mercado latino-americano, sem considerar o Brasil, componha 40% dos negócios até 2024.

“A contabilidade é uma linguagem universal. Embora existam diferenças de padrões de contabilização, a lógica contábil é igual em todo o mundo. Isso faz com que, na prática, não exista restrição geográfica para utilização do Accountfy, tornando o mercado endereçável da plataforma muito significativo”, explica Goldwasser.

Para sustentar essa expansão, a empresa investirá pelo menos R$ 30 milhões nos próximos dois anos para acelerar o desenvolvimento do produto, com lançamento de novas funcionalidades e fortalecimento da infraestrutura de segurança e certificações. 

PARCERIAS

Para garantir uma capacidade de crescimento acelerado tanto no Brasil como no exterior, a empresa busca implementar a plataforma por meio de empresas integradoras, que, como parceiras, ficariam responsáveis pelo processo, ampliando a capacidade de onboarding de novos clientes.      

Para João Mano, o desenvolvimento de uma rede de canais e parceiros é uma forma de ganhar mercado e capilaridade, além de se estabelecer em novos países, com custos menores. No caso do Brasil, a próxima alavanca de crescimento, segundo ele, será por meio de canais e parcerias, principalmente com bancos e empresas de consultoria/auditoria. 

“Entendemos que o desenvolvimento de canais e parcerias é o principal fator de aceleração de crescimento. Muitas empresas no Brasil não são atingidas pelas campanhas de vendas. Além disso, existem profissionais locais que exercem forte influência nas decisões das empresas”, conclui.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais