Siga nas redes sociais

Foto: divulgação.

Dia do cliente: 6 passos para encantar e superar as expectativas

Por Silvio Sallowicz, CEO da Duo & Ecco

Quando se trata de ter clientes, é preciso, a todo momento, tê-los no centro da estratégia do negócio, facilitando suas vidas, compreendendo suas dores e criando ações efetivas e inovadoras, saindo definitivamente do Mar Vermelho e migrando para o Oceano Azul. Estas ações são extremamente válidas para conquistar as mentes e os corações de seu público. Mas como fazer isso?

É notório que hoje os clientes estão cada vez mais informados e este movimento só tende a crescer. A geração Z, por exemplo, que inclui nascidos entre 1995 a 2010, vai representar, em 2030, o maior público consumidor do mercado. Entre tantas características deles, a mais evidente talvez seja não se contentar com o básico.

Com isso, as empresas tendem a coletar grandes quantidades de informações de clientes, a fim de facilitar a personalização de experiências e aumentar as oportunidades de engajamento. No entanto, é preciso saber como usar esses dados prontamente disponíveis para se conectar de fato com os consumidores. Significa dizer que é necessário encontrar maneiras de estabelecer conexões emocionais, que tenham ampla efetividade.

O ponto de partida é manter um interesse genuíno no seu cliente, para garantir que a experiência dele com sua marca seja prazerosa e se aproxime ao máximo da perfeição, gerando encantamento. Essa conexão é poderosa para criar uma rede de sustentação, pois os clientes fiéis serão aqueles que vão apoiar a sua empresa.

São eles que vão lhe ajudar na comunicação da marca, determinante para aumentar o engajamento com o público – o famoso boca a boca, que hoje também é uma fortaleza das mídias sociais. Confira a seguir, 6 ações para encantar seus clientes e melhorar os resultados do seu negócio:

1. Surpreenda e antecipe as expectativas

Encantar não se trata só de oferecer um serviço ou produto de forma eficaz. O encantamento realmente vem das ações que o cliente não espera, a princípio, e que excedem as suas expectativas. Quando essa ‘mágica’ ocorre, isso tende a criar um vínculo maior. É importante que as organizações entendam o que seus consumidores estão procurando e criem experiências, tendo eles em mente.

E aí entra a relevância de compreender alguns padrões de comportamento, que podem ser baseados em pesquisas, demandas e conversas, além de se atualizar e informar constantemente. É dessa forma que uma empresa atende seus clientes com excelência e se mantém competitiva, antecipando-se ao que vem pela frente.

2. Seja empático

É essencial entender as demandas de seus clientes e ouvir o que eles têm a dizer. Ser empático, então, significa mostrar a todo momento que você está atento e se importa com a experiência dos seus consumidores. Porém, isso está além dos discursos e de palavras. Deve ser mostrado com ações e atitudes efetivas, e que partem do princípio que existe uma segmentação.

Afinal, uma empresa, normalmente, não tem uma única persona, e a  segmentação se torna, desta forma, fundamental para adequar os esforços de marketing a grupos específicos. Acima de tudo, os clientes querem sentir que a marca reconhece que eles são indivíduos – não parte de um grupo – por isso é importante que as empresas atendam a isso.

3. Dê importância a interações tête-a-tête

Nos dias de hoje a tecnologia domina os canais de atendimento ao cliente, que podem ligar e enviar e-mail ou mensagens de texto para  um chat da marca, ou pelas mídias sociais. No entanto, a tecnologia às vezes leva à frustração ou a gaps de comunicação.

Por isso, as interações personalizadas e mais diretas reduzem a probabilidade de comunicação falha de uma empresa, aumentando, assim, o potencial de uma conexão mais significativa. Uma dica é perguntar ao cliente qual é a sua forma de comunicação preferida e proceder dessa forma.

4. Valorize seus clientes e mostre que os aprecia

As empresas devem mostrar consideração pelos seus clientes, que vão além do simples “obrigado”, para fazê-los se sentirem valorizados. Mostrar apreço tende a deixar um cliente feliz e mais propenso a retornar ao negócio. Se um cliente estiver satisfeito, ele divulgará a empresa para amigos e familiares, melhorando a reputação da empresa. 

No mais, as empresas devem considerar a criação de uma estratégia de valorização do cliente para recompensar os consumidores fiéis. Pode-se investir em convites para eventos culturais, encontros de relacionamento, compartilhar suas realizações nas mídias sociais; essas são apenas algumas formas de mostrar ao cliente como ele é importante.

Mensagens personalizadas também são altamente  eficientes. E normalmente você escreve em cinco minutinhos algo que tem um grande efeito. Os clientes, em geral, sabem quando uma mensagem de empresa é genérica. Então, só de adicionar um toque pessoal, já é muito válido.

5. Preste atenção ao que está acontecendo nos bastidores da sua empresa

Se houver problemas com os funcionários de sua equipe, é bem possível que atitudes negativas afetem a qualidade do atendimento ao seu cliente. É crucial ter um time unido e uma forte cultura empresarial dentro de casa. É preciso haver foco em relacionamentos, tratamento justo, bem-estar coletivo e contribuir para o desenvolvimento profissional.

Uma boa ideia é facilitar a interação social, promovendo ações e eventos para seu público interno e, ainda, coletar feedbacks constantes. Assim, você ajuda a reter seus talentos e também seus clientes, está tudo ligado.

6. Seja autêntico e haja com propósito

Sobretudo as novas gerações de consumidores, desejam consumir produtos e serviços de marcas engajadas com causas.  Mas os movimentos devem ser genuínos sempre. Os clientes percebem nitidamente posicionamentos vagos ou que soam hipócritas. É importante agir, evitando ao máximo palavras vazias ou que não condizem com ações práticas. Ter propósito e praticar a inclusão são hoje valores esperados pelos consumidores.

Compartilhe o conteúdo

Leia também

Jose P Leal Junior

7 razões para a sua empresa ter uma tecnologia de recuperação de desastres

Rafael Kenji Hamada

Como superar os desafios mais comuns para startups na captação de investimento

Helene Romanzini, Wise

A importância da troca empresa-usuário: você já escutou o seu cliente hoje?

Receba notícias no seu e-mail