TIVIT investe em ações voltadas para ESG

A TIVIT, multinacional brasileira e one stop shop de tecnologia, mantém diversas ações voltadas para o ESG (Environmental, Social and Governance), o que demonstra seu compromisso com todos os públicos em contato com a empresa, como clientes, colaboradores, comunidade em que está inserida e fornecedores/parceiros de negócio. 

“A agenda ESG, por ter abrangência internacional, faz parte do dia a dia das grandes empresas, independentemente do seu setor de atuação. Com a TIVIT, isso não é diferente, e estamos dedicados a crescer de forma sustentável em todos os aspectos do negócio, escolhendo inclusive parceiros com esse mesmo propósito”, destaca Tatiana Lorenzi, diretora de pessoas e cultura da empresa.

Veja abaixo as principais ações de ESG da empresa:

CASA DOS VENTOS

A empresa deixou de emitir 2.308,82 toneladas de dióxido de carbono (CO2) no ano passado por ter adotado a geração de energia eólica no último trimestre do ano passado.

A produção proveniente dessa matriz energética limpa vem do Parque Eólico do Vento São Mizael, no Rio Grande do Norte, e se dá por meio de uma parceria com a Casa dos Ventos, Vulcabras e Fundo Perfin.

A iniciativa foi reconhecida pelo mercado, com a conquista do prêmio Google Cloud Global Social Impact Partner of the Year, na categoria sustentabilidade. 

“É um impacto enorme, já que seriam necessárias mais de 16 mil árvores para o volume que deixou de ser emitido pela TIVIT nos últimos três meses de 2021”, explica Paulo Freitas, CFO da TIVIT.

A diminuição das emissões de carbono deve ser maior neste ano, isso porque a empresa passou a consumir 100% de energia limpa em seus data centers.

Há inclusive excedente de produção dessa energia, que já está sendo injetada na rede elétrica nacional, ajudando a neutralizar a pegada de carbono do Brasil. 

SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL

Há, ainda, outras iniciativas voltadas para o meio ambiente. A criação do SGA (Sistema de Gestão Ambiental) surgiu da necessidade de ter uma área dedicada ao tema ambiental, além de prestar apoio à equipe de excelência operacional na certificação ISO 14001.

Nesse contexto, a empresa faz a gestão ambiental, como gerenciamento de resíduos sólidos, trâmites com órgãos ambientais, monitoramento de indicadores ambientais, documentações, atendimento a requisitos legais, entre outros temas.

Essa nova área ajuda a garantir o cumprimento da legislação em vigor, bem como contribui para integrar a gestão ambiental nas atividades diárias, promovendo a reutilização, reciclagem e redução do consumo de recursos, o que minimiza os impactos ambientais.

Todos os sites da empresa já têm balança e resíduos pesados, conforme o tipo e a geração. De acordo com o controle interno da empresa, foram destinados 45% dos resíduos à reciclagem no ano passado.

A empresa oferece kit de sustentabilidade para que seus funcionários utilizem menos plástico. Além disso, em todos os escritórios da empresa, não é mais disponibilizado plástico descartável. 

ACELERA DEVS

A empresa mantém o programa de formação Acelera Devs, voltado para mulheres, preparando esse público com conceitos e linguagens de programação por meio de trilhas de conhecimento, mentorias e atuação em projetos reais da empresa, com direito a benefícios, como bolsa-auxílio, assistência médica e reembolso para cursos e certificados. 

Na primeira edição, 50 mulheres foram qualificadas no processo seletivo, que avaliou lógica de programação e soft skills, entre outras competências. Após seis meses, 21 delas concluíram o curso, tornando-se desenvolvedoras, com contratação pela empresa e por outras do segmento. Contando com as formadas, a TIVIT contratou 285 mulheres nos últimos meses. 

“As empresas exercem papel social importante e precisam criar meios para ampliar a participação das mulheres e de outras minorias. A formação de talentos, sem dúvida, é uma das melhores formas de contribuir com a sociedade, além de suprir a demanda do mercado de tecnologia”, complementa Tatiana Lorenzi, diretora de pessoas e cultura.

INSTITUTO TIVIT

A empresa forma anualmente uma turma do Instituto TIVIT, projeto da companhia com foco no preparo de jovens de escolas públicas para entrar no mercado de trabalho.

Desde 2017, quando o projeto foi criado, 31% dos alunos estão em experiências profissionais ou estudando em universidade.

Muitos alunos saem do projeto já fazendo parte de processos seletivos de grandes empresas. Na última edição, dos 35 participantes, ao menos 17 estudantes já estavam em processos e, durante a cerimônia de formatura, 5 deles receberam a notícia de que foram aprovados e estavam empregados.

DOAÇÕES

A empresa viabilizou neste ano a aquisição de equipamentos para a montagem de estúdio na Escola Estadual Professor Leopoldo Santana, localizada no bairro Capão Redondo, na zona sul da cidade de São Paulo. A ação foi feita pelo Instituto TIVIT em parceria com a Furukawa Electric e a Klint.

A empresa destinou 2,5 toneladas de cabos para doação, e o valor revertido no cheque verde foi integralmente utilizado para a compra dos equipamentos eletrônicos do estúdio, como câmera, microfones, computador e aparelho de ar-condicionado.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais