Siga nas redes sociais

coerencia-cultural-artigo
Foto: Marcio Pilot

O gap de autenticidade: entenda por que buscar coerência cultural

Por Lívia Brandini, CEO da Kultua.

Empresas com coerência cultural” tendem a obter melhores resultados de negócios, como aumento de receita, maior engajamento de colaboradores e satisfação dos clientes.

Isso acontece pelo fato de que o bem-estar, a dedicação e o desempenho dos colaboradores são influenciados pela conexão emocional que sentem pela empresa e seu propósito.

Por isso, quando as pessoas de uma organização adquirem um alto nível de alinhamento e identificação (com as crenças, valores, princípios e comportamentos esperados), é despertado o pertencimento, engajamento e abertura à mudança.

Então, como despertar a maior conectividade nos colaboradores?

Essa percepção é sentida de forma mais intensa quando as pessoas veem sua liderança agindo com coerência e autenticidade, quando ela de fato desempenha um “modelo de valor, propósito e cultura” para todos na empresa.

Outra forma de estimular uma cultura distinta e consistente é por meio da prática de rituais de gestão efetivos. Afinal, a “ritualização” garante que o que é considerado essencial na cultura seja celebrado e reforçado no cotidiano corporativo. 

Como chancela, em seu relatório “Global Culture Survey 2021”, a PwC comprova que a consistência é importante não só nas falas e ações de gestores/líderes, mas também de todos dentro da organização. Isso é chamado de “coerência cultural”.

O estudo destaca ainda a correlação direta entre autenticidade x capacidade de adaptabilidade de organizações a curto e médio prazo.

De acordo com a pesquisa, o nível de conexão que os funcionários sentem com a empresa, com seu propósito e com o time influencia suas emoções. Por sua vez, as emoções positivas energizam seu esforço, viabilizando mudanças e adaptabilidade.

Portanto, uma liderança sincera e com coesão cultural eleva os níveis de conectividade e performance. Para enfrentar seus desafios atuais, as empresas precisam definir seus objetivos estratégicos e, em seguida, reforçar práticas de atributos e comportamentos culturais que apoiem essas diretrizes.

Por isso, diagnosticar a cultura organizacional e utilizar as alavancas adequadas, visando-se mitigar os gaps entre a real cultura instalada x cultura desejada, é essencial para ampliar a percepção de autenticidade e, consequentemente, melhorar os resultados de negócio.

Compartilhe o conteúdo

Leia também

Tecnologia como aliada para impulsionar o sucesso das PMEs

Dimensionamento de times de tecnologia

Vittude anuncia novo head de marketing

Receba notícias no seu e-mail