Siga nas redes sociais

Search
Daniel Victorino, fundador e CEO da Galaxies.

Startup de empregabilidade gamer capta R$4 milhões

Galaxies, primeira plataforma de empregabilidade gamer da América Latina, acaba de receber um aporte de US$750 mil (cerca de R$ 4 milhões), liderado por Airborne Ventures e OTF Capital, venture builder especialista em e-sports, além de um grupo de anjos e advisors da FGV, o GVAngels.

Além de conectar quem têm oportunidades de trabalho com bons profissionais do setor, fortalecendo o mercado de e-sports, a startup também oferece capacitações relevantes em sua plataforma digital. 

“Nossa solução, que já está liberada para acesso em versão Beta, foi desenhada para criar um ecossistema no mundo gamer e ajudar qualquer pessoa que queira trabalhar nesse universo. Para isso, nossa plataforma visa resolver dores deste setor como: a falta de capacitação, profissionalização e suporte às organizações, mas não de uma maneira tradicional. Vamos fazer tudo isso de um modo diferente, que até hoje não existia no mercado: tudo será gamificado” explica Daniel Victorino, fundador e CEO da Galaxies.

Para executar os serviços acima, o empreendedor conta que a Galaxies é baseada em dois pilares que a diferenciam: tecnologia (que melhora o desempenho da operação dos times, gerando escalabilidade em diferentes estágios de seu ciclo de vida, além de permitir o gerenciamento de talentos de ponta a ponta), e educação (que visa capacitar pessoas para criar oportunidades de emprego e desenvolver o mercado de jogos). 

“Por meio da nossa tecnologia inovadora, vamos ajudar as organizações a gerenciar seus negócios, apoiar o crescimento contínuo do ecossistema de jogos, o desempenho das operações das organizações, gerando escalabilidade em diferentes estágios do seu ciclo de vida e também ajudar a outra ponta se desenvolver: a das pessoas que sonham em fazer carreira como jogadoras profissionais de videogame. Essa parte receberá todo o apoio por meio dos nossos cursos e workshops com temas voltados também para habilidades sócio-emocionais”, complementa.

Compartilhe o conteúdo

Leia também

Empresa divulga nova marca e quer dobrar faturamento

Monica-Ferreira

Como driblar a escassez de mão de obra em TI?  

GrupoRV anuncia expansão para Portugal

Receba notícias no seu e-mail