Vídeo rewarded: A potência da publicidade em jogos mobile

Por Luciano Ottaviani, head of sales da PMP.BID

Com o mercado de jogos eletrônicos para dispositivos móveis aquecido e competitivo, os desenvolvedores utilizam estratégias capazes de concentrar-se no engajamento e na retenção dos usuários. E para encontrar o equilíbrio certo entre monetização e experiência, os vídeos rewarded tornaram uma das formas mais aplicadas.  De acordo com a 9ª edição da Pesquisa Game Brasil (PGB), o público gamer chega a 74,5% no país. Com isso, a maioria dos games mobile conta com um call to action, na qual o usuário assiste a um vídeo de até 30 segundos e ganha um benefício, que pode ser uma vida extra, pontos ou algum poder para utilizar no momento oportuno do jogo.

De olho nesse cenário, muitas marcas estão investindo no vídeo rewarded para levar a sua mensagem a esse gigantesco universo de jogadores de mobile game. E como o formato não é intrusivo, ou seja, não atrapalha a experiência do usuário, pelo contrário, é o próprio gamer que opta em assistir ao conteúdo, performances como KPI´s de Viewability e VTR ficam muito acima da média se comparado com outros tipos de inventários de vídeo. Isso acontece porque como os jogadores têm o controle da experiência, a grande maioria assiste a esses conteúdos na íntegra.

E nesse momento de entretenimento, a audiência está mais aberta para prestar atenção e decodificar as mensagens da publicidade. Com isso, o vídeo rewarded é um meio realmente diferenciado. Mas vale ressaltar que antes dessa etapa tem a segmentação e, dependendo do refinamento, além do benefício do game, o jogador pode ser favorecido com alguma novidade, promoção e ação da marca que tenha interesse ou que já seja consumidor. Isso gera uma relação e sentimentos positivos entre usuário e marca.

Outro ponto importante nesse formato é que, ao final, é possível inserir um call to action para levar a audiência para algum site ou landing page. E ao buscar o público certo, com segmentações refinadas, há grandes chances de obter excelentes resultados em termos de branding awareness, share of mind, fidelização à marca e intenção de compra. 

Esse formato de mídia pode ser comprado tanto via direta, com autorização em PI, como também, através de um deal via plataformas programáticas.

Já o funcionamento do winwin com o vídeo rewarded para a marca, como branding, é um ótimo formato não intrusivo durante um momento onde as pessoas estão mais atentas às publicidades. Com isso, além da possibilidade do aumento de receita, também mantêm a sua relevância ao possibilitar que o usuário continue se divertindo. O gamer, além de ser impactado por algo que possivelmente lhe interessa, se a campanha for bem segmentada, ainda ganha benefícios no game que está jogando. Afinal, todos nós queremos continuar um jogo quando acabam os créditos, passando para uma fase difícil com a ajuda de poderes e jogadas especiais, sem precisar comprar esses benefícios com dinheiro.

Por fim, gostaria de lembrar que o vídeo rewarded é um formato de mídia diferenciado e uma ótima opção para as marcas conversarem com seu público, mas para um melhor resultado, vale aqui ressaltar dois pontos importantes: busque sempre uma empresa que possui um data lake com tecnologia para o máximo de cruzamento de dados possível para ser mais assertivo. E crie um material especificamente para a campanha mobile, para melhorar a experiência do usuário mobile, como vídeos na vertical, com no máximo 15 segundos, como um reels, por exemplo, buscando despertar a atenção nos primeiros segundos.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais