A importância da transformação digital na gestão das viagens corporativas

Por Marcelo Linhares, CEO da Onfly

As viagens corporativas regressaram à esteira de crescimento após dois anos críticos de fronteiras fechadas, reflexos do isolamento social causado pela pandemia da covid-19, que forçou milhões de pessoas a ficarem trancadas em suas casas. 

Mas, agora, as projeções voltaram a ser otimistas, ao contrário do que Bill Gates previu no início da pandemia.

Globalmente, as viagens corporativas devem chegar a US$ 2 trilhões até 2028, com crescimento médio anual de 13,2%, conforme o relatório divulgado pela Valuates Reports, empresa de tendências do mercado.

No Brasil, o segmento faturou mais de R$ 1 bilhão no mês de maio deste ano, de acordo com a Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (ABRACORP). No entanto, conforme a entidade, o alto custo do segmento impactou diretamente a recuperação do índice de viagens, que ficou 35% abaixo do registrado no mesmo período de 2019.

Para a entender a importância do nosso país nesse mercado, segundo o GBTA, o Brasil é a oitava economia em gastos com viagens corporativas no mundo. Nesse cenário, as soluções tecnológicas desempenham um papel fundamental para controlar custos, otimizar o tempo e gerar economia para as empresas que lidam com as viagens dos seus colaboradores.

Muitas organizações ainda utilizam o método de reembolso dos seus funcionários a partir da coleta de notas fiscais, em papel impresso, da mesma forma que os egípcios faziam há 6 mil anos. Desnecessário reforçar que isso é coisa do passado.

Hoje, existem plataformas digitais que ajudam na gestão da restituição dos gastos a partir da automação de relatórios e de arquivos de recibos, reunindo em um só lugar as informações das viagens de todos os colaboradores com segurança e organização, tudo integrado a um sistema de gestão inteligente, por meio da plataforma all-in-one.

Essas inovações não só resultam em mais agilidade na rotina de todas as equipes, como também garantem mais tempo para que os gestores se dediquem em soluções estratégicas para melhorar a experiência do cliente e o relacionamento dele com a marca.

O processo de transformação digital é um caminho sem volta, ninguém quer ser a próxima Kodak do mundo corporativo, quando conhecermos nossos clientes e entregamos produtos diferenciados, apoiados fortemente em processos tecnológicos, aumentamos muito a percepção de valor e geramos vantagens competitivas de longo prazo em relação aos concorrentes.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais