O papel do ESG como estratégia da Ambev, segundo Jean Jereissati

Em um evento online realizado nesta quinta-feira, dia 3 de novembro, Jean Jereissati, CEO da Ambev, reforçou a jornada de sustentabilidade da companhia, que há mais de 20 anos encara o tema como prioridade para o negócio. Ele também destacou a importância do ecossistema.

“Nosso negócio não pode existir sem agricultores, fontes de água doce, comunidades, fornecedores fortes, diversidade e ação climática”, sinalizando as intenções da empresa em consolidar seu papel como parceiro confiável nas comunidades locais.

O ESG tem papel fundamental na entrega da estratégia da Ambev que vai concentrar sua atuação em oito prioridades estratégicas: gestão da água, agricultura sustentável, mudanças climáticas, embalagens circulares, ética e transparência, diversidade e inclusão, consumo inteligente e moderação e empreendedorismo.

Além de trazer exemplos da estratégia ambiental da companhia, Jean também destacou as iniciativas com programas sociais, como o Bora, projeto de inclusão produtiva da companhia, que vai apoiar os brasileiros a ter acesso a oportunidades com empregabilidade ligada ao empreendedorismo.

Algumas conquistas e compromissos da agenda ambiental Ambev:

  • Guaraná Antarctica tornou-se o primeiro refrigerante a ter todas as suas embalagens em garrafas PET feitas com conteúdo 100% reciclado.
  • Também iniciamos um esforço coletivo com nossos parceiros para reduzir as emissões de carbono: Compromisso com a Ação Climática, com fornecedores que representam +65% das emissões totais da cadeia de valor e +55% dos gastos da empresa.
  • Todas as nossas bebidas já são produzidas com eletricidade 100% renovável. E anunciamos 3 novas operações neutras em carbono: Arosuco Aromas (no Amazonas), Cervejaria Minas Gerais (em Minas Gerais) e Fábrica de Refrigerantes Curitibana (no Paraná). Juntos, eles evitarão a emissão de 4.800 toneladas de GEE anualmente. Agora, já existem 7 usinas neutras em carbono na Ambev.
  • Lançamos a Aceleradora 100+ no Brasil, Argentina e Paraguai. Voltada a startups de sustentabilidade, já concedemos financiamento inicial de US$ 10 mil para cada vencedor e 3 meses de mentoria. Os desafios estavam na Economia Circular; Gestão da Água; Ação Climática; Reavaliação de Coprodutos.
  • Realizamos uma grande campanha focada em RGB – que busca trazer economia para o consumidor, com impacto ambiental positivo, que foi destaque na Bienal do Lixo, patrocinada pela Ambev.
  • Além disso, anunciamos parceria com três fornecedores para ter, até 2024, 100% de nossa operação produtiva movida a energia eólica.
  • Abrimos também um pilar de combate à fome no Brasil, com nosso parceiro “Comida Invisível”. Estamos usando nossas capacidades e pontos de venda para reduzir o desperdício de alimentos e ajudar as pessoas necessitadas. Conectamos nossos clientes, os PDVs, que desejam doar alimentos com pessoas que precisam e providenciamos a logística para a coleta e entrega dos alimentos.
  • Nossos esforços de D&I também tiveram uma forte evolução. Atingimos 36,7% de liderança feminina no ano passado e temos um plano robusto para continuar promovendo a igualdade de gênero e melhorando nossos números, reduzindo a rotatividade feminina, dimensionando nossos programas de desenvolvimento e mentoria, reduzindo preconceitos inconscientes e implementando ações afirmativas.
  • Também investimos muito em nossa plataforma de igualdade racial, com objetivos e ações claros para nossa gente e nosso ecossistema, definidos em conjunto com nosso Comitê de D&I externo, que é formado por 5 renomados especialistas.
você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais