10 startups e empresas que criaram suas próprias tecnologia

Um estudo levantado pela TNS Research aponta que as empresas que investem em tecnologia têm aumento na receita e, crescem aproximadamente 60% a mais em comparação com aquelas que descartam o investimento na área, e isso também serve para o setor das startups. Em questão de custos, a opção mais válida é passar a desenvolver sua própria plataforma e a partir de então, formalizar um modelo de negócio mais rentável. 

Pensando na importância da inovação, algumas empresas e startups decidiram criar suas próprias tecnologias para seguir crescendo e ajudando outras organizações. Veja abaixo 10 exemplos de algumas dessas que se deram bem no mercado com o desenvolvimento de soluções.

1- Progic

A Progic é uma startup especializada em comunicação interna e software para TV corporativa. A empresa acaba de completar 14 anos de história, que começou em 2008 quando dois engenheiros eletricistas abriram mão de seus empregos para apostar no sonho de criar uma empresa de tecnologia.  No início, o foco eram os projetos eletrônicos de vídeo para emissoras de TV, câmeras de segurança, etc. O próximo passo foi desenvolver um hardware com um software em nuvem, pago por assinatura mensal, primeiramente oferecido a  clientes dos setores de TV por assinatura e educação à distância, para em 2011 começar a testar o mercado de comunicação visual e digital por telas. Somente em 2015, a empresa entrou no mercado da TV corporativa, para focar o negócio na comunicação interna de médias e grandes empresas. Hoje, já são cerca de 500 clientes em todo o país (300 de grande porte), incluindo cases como Bayer, P&G e Michelin, e mais de 5 mil telas em operação com a tecnologia da Progic.

2- RoutEasy

A solução da startup de logística RoutEasy é fruto do projeto de mestrado em engenharia na Poli USP do CEO e fundador Caio Reina. A startup tem um software próprio que utiliza inteligência artificial e machine learning em soluções de roteirização, otimização, orquestração e gestão de entregas. Com mais de 300 clientes no Brasil e na América Latina, a Logtech aposta na inovação no tradicional setor de entregas. Sua atuação é baseada em algoritmo genético e programação, os quais são utilizados para otimizar e integrar processos. Isso contribui para maior produtividade e menor custo de entrega, e, assim, a startup gera economia de até 40% a seus clientes, que reúnem nomes como Shopee, Royal Canin, Rodonaves, GPA, Magalu, Obramax e DHL. Em agosto de 2021, a RoutEasy recebeu um aporte liderado pelo Grupo Ultra (UVC) no valor de R$5,8 milhões e em abril de 2022 a empresa lançou um módulo chamado Maestro que possibilita same day delivery e entregas expressas a seus clientes.

3- SoftExpert

Atuante no mercado de softwares para gestão empresarial, a SoftExpert surgiu em 1995 no sul do Brasil, a empresa possui soluções para as empresas que vão desde gestão de negócios e qualidade empresarial até gestão ambiental, de projetos e governamental em somente um contrato para seus clientes, atribuindo a eles maior eficiência, agilidade e economia. Sua presença a nível global evidencia que a SoftExpert adapta sua gama de serviços de acordo com as necessidades das empresas, assim como suas localidades. A plataforma da Soft oferece um conjunto de módulos multi-idiomas que se integram para automatizar processos e otimizar diferentes áreas de negócios das organizações. Atualmente, a marca conta com mais de 500 funcionários, 2 mil clientes, 600 mil usuários espalhados em cerca de 50 países, 300 parceiros ao redor do mundo, incluindo alianças estratégicas com empresas como AWS, Bakertilly, Deloitte, Kodak Alaris e DocuSign, além de unidades de negócios em 11 países. 

4- apepê

É um concierge digital condominial, um facilitador totalmente focado nas necessidades do morador. Acompanhando as tendências do Living As A Service (LAAS), a plataforma digitaliza a relação de um morador com seu condomínio de uma maneira simples e intuitiva, unindo todas as funcionalidades necessárias para garantir uma experiência de moradia inovadora e a boa conexão de um condomínio, de forma simples, ágil e econômica. Além de contar com um ecossistema de serviços que facilitam o dia a dia, a comunicação entre os moradores é mais assertiva e dispensa a necessidade de compartilhar contatos pessoais, respeitando a privacidade de cada morador. Com cinco funcionalidades, que promovem a conexão entre portaria e áreas comuns, comunicação entre vizinhos e funcionários e facilidade de serviços específicos, como lavanderia, mini mercado e armários inteligentes. A empresa aposta em tecnologia para proporcionar uma nova experiência de morar e viver.

5- STANDOUT

Referência em inteligência em trade marketing digital, a martech auxilia marcas e indústrias a falarem diretamente com os seus públicos nas páginas de produtos dos e-commerces. A STANDOUT tem uma plataforma que permite a criação, edição, publicação de conteúdos enriquecidos, além da distribuição automática e em tempo real dos mesmos em mais de 280 e-commerces. Dessa forma, as vitrines digitais são apresentadas em layout responsivo, da mesma forma em todos os canais de e-commerce e em todos os aparelhos e tamanhos de telas. Além de entregar as informações úteis sobre os benefícios e diferenciais dos produtos conforme as necessidades das indústrias, a martech coleta e fornece uma série de informações do que está acontecendo com a vitrine dentro dos e-commerces para as indústrias/marcas, o que é decisivo para futuras estratégias. Hoje eles estão trabalhando com mais de 300 marcas, entre elas Dove, Omo, Campari, Absolut, Oral B, e outras.

6- eXp

Presente em mais de 22 países, com 85 mil corretores, a eXp oferece diferenciais tecnológicos para uma experiência de alto nível e consolidou-se como a primeira  imobiliária a atuar no metaverso, dentro de uma plataforma imersiva baseada na nuvem chamada “eXp World”. Na prática, os corretores atuam normalmente como em um escritório real, porém no mundo digital. Como uma empresa de capital aberto, a eXp World Holdings oferece aos profissionais do setor imobiliário a oportunidade única de ganhar prêmios de ações por metas de produção e contribuições para o crescimento geral da empresa, com um conjunto completo de soluções de corretagem e tecnologia imobiliária. A corretora baseada na nuvem é movida pela Virbela, uma plataforma 3D imersiva que permite que os agentes estejam conectados globalmente.

7- Motz

A Motz é uma transportadora digital que agiliza e simplifica a jornada logística de caminhoneiros e embarcadores. Por meio de ferramentas tecnológicas, a empresa monitora e acompanha todo o processo de transporte das cargas. A loghtech foi criada em 2020 pela Votorantim Cimentos para realizar o transporte de cargas de fornecedores da cimenteira até suas fábricas. No entanto, os conteúdos se diversificaram e a atuação aumentou. Em 2021 a logtech transportou mais de 11 milhões de toneladas entre insumos, matérias-primas e produtos acabados. Foram mais de 300 mil viagens no último ano, registrando a média de 30 viagens a cada hora. Com gestão independente e autonomia administrativa, a Motz já está entre as maiores transportadoras digitais do Brasil, oferecendo segurança e solidez tanto para embarcadores, quanto para caminhoneiros.

8- Pontomais

A Pontomais é a HRTech líder em gestão de ponto online e referência em soluções completas para gestão de pessoas. Por meio de tecnologia proprietária, a startup oferece um sistema SaaS 100% integrado capaz de automatizar diversas atividades de RH em uma só plataforma, reunindo soluções para uma gestão completa dentro das organizações, indo desde a integração com múltiplas folhas de pagamento, gestão do relógio de ponto e diferentes formas de batida de ponto, até a produção de mais 25 relatórios, gestão de férias, folgas e escalas, além da gestão de benefícios em parceria com a VR Benefícios, que aportou a Pontomais. Com o surgimento em 2016, a startup tem o objetivo de usar a tecnologia a favor do RH, focando em otimizar o tempo dos gestores para que eles possam transformar as pessoas em histórias dentro das empresas e construir um RH cada vez mais estratégico. “Como uma HRTech, a nossa principal missão é desenvolver tecnologias que fazem sentido, não só pelo lucro, mas pela funcionalidade e impacto no setor de RH, principalmente neste momento de transformação do setor e desenvolvimento tecnológico do RH.” Explica Bruno Favari, Gerente de produtos na Pontomais.

9 – Minds Digital

A Minds Digital é a Voice IDtech pioneira em biometria de voz para identificação e prevenção de fraudes, no Brasil. Fundada em 2017, a empresa oferece soluções antifraudes com alto nível de confiança e agilidade na autenticação de pessoas, em diferentes canais. Com algoritmos próprios da IDtech, a inteligência artificial autentica a voz em até 1 segundo, uma fricção mínima na experiência do cliente. Desse modo, a Minds Digital já conseguiu prevenir mais de R$ 20 milhões em fraudes bancárias. Além disso, recebeu investimento-anjo para fomentar as áreas de produto, comercial e marketing da empresa, que tem colaboradores remotos e escritórios em São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG).

10- IdoLink

Fundada em 2021 por Diego Sampaio, Thomaz Gomes e Jonatan Prestini, a IdoLink é a plataforma completa para micro e pequenos empreendedores que estão iniciando as vendas digitalmente e desejam melhorar o contato com seus clientes e impulsionar as suas vendas de forma simples, instintiva e rápida. A empresa traz soluções como link na bio, criação de mini site/landing-page e plataforma de e-commerce, sendo a ferramenta ideal para venda online e offline. Com menos de dois anos no mercado, a empresa já conta com mais de 30 mil usuários cadastrados que movimentam até R$10 mil cada. Presente em todo o mundo em versão web, IOS e Android e disponível em três línguas diferentes, a IdoLink trabalha para mudar a vida dos empreendedores.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais