B3 forma primeira turma do programa de equidade racial em conselhos

Os 33 executivos negros que concluíram a primeira edição do Programa de Equidade Racial em Conselhos celebraram a formatura na manhã desta segunda-feira, dia 21, com um toque de campainha na sede da B3, em São Paulo.

O curso foi lançado em outubro pela própria bolsa brasileira, em conjunto com o IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa) e a Iniciativa Empresarial pela Equidade Racial.

“Aqui podemos quebrar estereótipos e mostrar o que realmente somos: somos potentes, somos potência e somos diversos. Hoje é dia de renovar a esperança, pois estamos certos de que este é um marco, e que os conselhos serão mais coloridos daqui em diante. Contamos com vocês, conselheiros e conselheiras aqui presentes, para nos darem essa primeira oportunidade”, destaca Roberta Anchieta, diretora de administração fiduciária do Itaú Unibanco e aluna do programa.

Gilson Finkelsztain, CEO da B3, destacou que o programa foi pensado para preencher uma lacuna no mercado e ajudar a acelerar a inclusão racial na alta liderança das empresas:

“Como indutores de boas práticas, o nosso papel também é disseminar informação, conhecimento e condições para que todo o mercado possa avançar junto, obtendo resultados tão urgentes e necessários para que o ambiente corporativo possa refletir a realidade da sociedade brasileira”.

COMO FUNCIONOU

Entre os dias 13 de outubro e 18 de novembro, os alunos do programa tiveram 13 aulas com professores selecionados. Os conteúdos, que incluíam módulos sobre missão do conselho de administração e papel do conselheiro, ética e sustentabilidade, riscos e compliance e responsabilidades dos administradores, foram ministrados em formato on-line e presencial.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais