Siga nas redes sociais

Foto: divulgação.

Como a TI vai impactar os negócios em 2023?

Por Ricardo Perdigão, diretor da Tecnocomp.

Nos últimos anos, as empresas enfrentaram enormes desafios e passaram por uma quantidade inacreditável de mudanças.

E esse cenário parece que irá se manter, e a área de TI terá um papel fundamental no suporte e otimização dessa nova maneira como pensamos o modelo de negócio.

Para 2023, certamente veremos mais inovações em tecnologias disruptivas, como novas aplicações em Inteligência Artificial, Internet das Coisas, Realidade Virtual e Aumentada, computação em nuvem, blockchain e protocolos de rede super-rápidos com o 5G.

Mas, como essas tecnologias digitais transformacionais não existem isoladas umas das outras, em 2023 as fronteiras estarão cada vez mais fluidas.

Novas soluções para trabalho aprimorado, trabalho híbrido e remoto, tomada de decisões de negócios e automação de cargas de trabalho manuais, rotineiras e criativas combinarão essas tecnologias.

Isso irá nos aproximar mais do que nunca do ponto em que seremos capazes de criar “empresas inteligentes”, com sistemas e processos alinhados para completar tarefas simples e complexas de maneira eficiente.

Excelência operacional deve ser o foco da TI em 2023

Analistas do Gartner defendem que líderes de TI devem olhar além da economia de custos, buscando novas formas de excelência operacional e acelerando a transformação digital.

As tendências tecnológicas para 2023 devem estar baseadas em três temas: otimizar, dimensionar e ser pioneiro, nas quais as inovações podem ajudar as empresas que desejam fortalecer a resiliência e a confiança em suas operações, dimensionar soluções verticais e entrega de produtos, ou, ainda, em serem pioneiras com outras maneiras de engajamento, respostas aceleradas ou oportunidades de negócios.

Mas eles também destacam a necessidade de estar atento às práticas de ESG. Será a hora de investir em tecnologia sustentável, uma estrutura de soluções que reduza o consumo de energia e melhore a eficiência dos serviços de TI, permita a sustentabilidade empresarial por meio de tecnologias como rastreabilidade, análise, software de gerenciamento de emissões e IA; e ajude os clientes a alcançar seus próprios objetivos de sustentabilidade.

A sustentabilidade será um dos grandes drives dos investimentos em TI. As organizações perceberão cada vez mais que os insights orientados por dados e a integração aprimorada nas cadeias de suprimentos ajudam a agregar valor aos negócios com modelos mais eficientes e sustentáveis, que apoiam o esforço global para reduzir as emissões de carbono.

Automação e outsourcing mantêm crescimento

As organizações automatizarão cada vez mais a inteligência de decisão orientada por dados para reduzir os enormes custos de oportunidades desperdiçadas, liberando o valor de dados antes armazenados em silos.

A automação de processos, assim como o outsourcing em suporte de TI, crescerá à medida que as empresas precisam fazer mais com menos. Os variados serviços de terceirização ajudam a alcançar os resultados máximos sem despesas adicionais.

É praticamente impossível ter uma equipe que possa resolver todos os desafios, pois não importa quantos funcionários você tenha, sempre haverá um projeto que exija conhecimento de nicho ou mesmo tarefas rotineiras que não necessitam de um recurso interno.

Ao final, o que veremos como tendências em TI para 2023 serão as tecnologias que realmente suportem as iniciativas de negócios diferenciadas, proporcionando agilidade, inovação e menor time-to-market.

Compartilhe o conteúdo

Leia também

Trimble lança modelo de assinatura para soluções e softwares de campo no Brasil

Virgin Atlantic aposta no mercado brasileiro e inaugura nova rota com saídas de SP

Live Marketing e tecnologia: uma parceria de sucesso

Receba notícias no seu e-mail