Siga nas redes sociais

Eduarda Tolentino, sócia e presidente do conselho da BRZ Empreendimentos
Foto: divulgação

Mercado imobiliário: como o avanço tecnológico impacta o setor

Por Eduarda Tolentino, sócia e presidente do conselho da BRZ Empreendimentos.

Se antes o cliente visitava uma imobiliária ou procurava o imóvel desejado por meio da mídia tradicional, hoje o sonho da casa própria está apenas a alguns cliques de distância. Isso porque a internet trouxe mais praticidade a todo o processo, e a pandemia de Covid-19 coroou a tão famigerada e necessária transformação digital no setor.

Em tempos de sociedade 5.0, em que o consumidor é protagonista de suas ações e decisões, investir em tecnologia não é mais um diferencial; tornou-se condição obrigatória para que até mesmo construtoras aumentem a eficiência, a produtividade, e claro, alcancem resultados expressivos frente à concorrência acirrada. Portanto, não adianta negar o óbvio: o avanço tecnológico é um caminho sem volta.

Diga-se de passagem, o segmento da construção nunca foi lá muito convidativo, tanto para os consumidores quanto para empreendedores, justamente devido à burocracia envolvida em toda a cadeia, com etapas lentas e desgastantes.

Na contramão desse cenário, as inovações mundo afora surgiram para otimizar toda a jornada.

Hoje, pode-se dizer que praticamente tudo o que envolve a construção, a compra ou a locação de um imóvel recebe apoio maciço da tecnologia. Desde a forma como os imóveis são construídos até a maneira como são divulgados, os avanços tecnológicos imperam, ou pelo menos deveriam imperar.

Para sintetizar, listo alguns exemplos que vêm surtindo muito efeito na prática.

Plataformas de buscas de imóveis online

As plataformas de busca de imóveis online, como o imovelweb, olx e vivareal, estão se tornando cada vez mais populares. Essas plataformas permitem que os compradores e vendedores de imóveis pesquisem e encontrem propriedades disponíveis em tempo real, e possam comparar preços, características e comodidades de diferentes propriedades.

IA e chatbot no primeiro atendimento

Viva a era em que os robôs, ou a aclamada Inteligência Artificial, se assim preferir, podem entrar em ação via chat para oferecer mais detalhes sobre um imóvel, sanar dúvidas, agendar conversas com corretores, entre muitas outras funções.

Ao contrário do que se imagina, com o suporte certeiro, o chatbot pode favorecer atendimento rápido, personalizado e com muita eficiência.

Realidade virtual e imagens em 360 graus

Além de gerar economia de tempo e dinheiro, as visitas virtuais e as imagens não estáticas permitem o acesso a imóveis sem a necessidade de deslocamento. Trata-se de ferramentas que agregam praticidade ao processo e atraem potenciais clientes de forma ágil e certeira.

Para personalizar a experiência, vale incorporar móveis, animais de estimação e pessoas para os interessados se sentirem “em casa”.

Tecnologia de análise de dados

A tecnologia de análise de dados está sendo usada para prever tendências de preços e demanda, além de compreender melhor o comportamento dos compradores. Isso pode ajudar a informar decisões de investimento e estratégias de marketing.

Smart contracts

O envio e a assinatura de contratos imobiliários em ambientes digitais já é realidade. Eficazes e ágeis, softwares específicos tratam das negociações de maneira simples e eficiente.

Customer Relationship Management (CRM)

Desenvolvido para automatizar e otimizar o processo de contato entre as empresas e seus consumidores, o CRM é uma ferramenta de gestão de relacionamento com o cliente. A plataforma é fundamental para organizar o trabalho e cada etapa na jornada de compra.

Dessa forma, fica mais fácil atender, tomar decisões, definir prazos com mais eficiência e fazer toda essa gestão de maneira muito mais inteligente.

Parcerias tecnológicas

Incorporar serviços em empreendimentos que facilitam a vida dos moradores é a nova tendência. Vending machines, mercados autônomos, lavanderia, bikes e carros compartilhados são algumas opções já presentes em muitos condomínios que privilegiam o morar bem.

Trata-se de comodidades que podem ser acessadas por meio de aplicativos, isto é, estão literalmente na palma das mãos. Algumas que envolvem o conceito da mobilidade, inclusive, levantam a bandeira sustentável.

Ao pensar na evolução proporcionada para o mercado imobiliário por meio dessas e de tantas outras inovações, fica claro que a transformação digital abre um leque de possibilidades para a geração de resultados sustentáveis, além de criar uma experiência diferenciada a clientes, parceiros e stakeholders.

A chave, nos dias de hoje, é pensar na tecnologia justamente como solução e estratégia para integrar todas as etapas da jornada do cliente.

Afinal, o mercado continuará se transformando, então cabe a cada um acompanhar as mudanças indispensáveis para o crescimento de qualquer negócio.

Compartilhe o conteúdo

Leia também

Ribas brivia

Dropshipping: antes de tudo, reputação

Pedro Vicentini - cofundador da Invenis

Reflexões da transformação digital no cenário jurídico

hikvision

5 soluções tecnológicas para proteger os sistemas de energia em subestações

Receba notícias no seu e-mail