Siga nas redes sociais

Áureo Jarzinski é COO da AmFi
Foto: divulgação

5 dicas de como acessar liquidez no mercado de capitais

Por Áureo Jarzinski, COO da AmFi.

O mercado de capitais vem crescendo de acordo com a economia e o desenvolvimento corporativo no Brasil.

Mas, apesar de todas as oportunidades, o segmento pode ser complexo e competitivo, já que ele faz a ponte entre empresas que querem captar recursos e investidores que se interessam em aplicar seu dinheiro nessas empresas.

Por isso, o acesso a liquidez nesse mercado pode ser desafiador, especialmente para novos empreendedores, pra quem deixo 5 dicas.

1. Identifique os perfis desse setor

O mercado de capitais é composto por uma variedade de participantes, incluindo investidores institucionais e individuais, gestores, administradores, corretoras e outros intermediários.

É importante entender as funções e papéis de cada um desses participantes para ter uma visão mais clara de como sua empresa pode navegar efetivamente pelo mercado de capitais, acessar liquidez e formar parcerias estratégicas que impulsionem seu crescimento.

2. Tenha domínio sobre fundamentos financeiros

Antes de acessar o mercado de capitais, é importante preparar sua empresa. Isso inclui ter uma boa compreensão dos fundamentos financeiros, desenvolver uma estratégia de negócios sólida e criar uma boa documentação financeira (demonstrações e projeções, relatórios de auditoria, entre outros) e de propriedade intelectual (patentes, acordos de licença e de não divulgação, entre outros registros).

Além disso, adentrar esse setor requer muito estudo e investimento de tempo. Pesquise sobre os altos e baixos do mercado e esteja preparado para diversas situações, como mudanças na regulamentação, no comportamento dos investidores e no setor de atividade da empresa.

3. Mantenha a transparência e acessibilidade aos dados das operações

A transparência é fundamental para acessar o mercado de capitais. Isso inclui não apenas fornecer informações precisas e atualizadas sobre sua empresa e sua estratégia de negócios, além de ser aberto e transparente sobre quaisquer riscos ou desafios enfrentados, mas também garantir que essas informações estejam facilmente disponíveis aos possíveis investidores.

Ter uma documentação atualizada e em ordem, como a política de crédito ou a política de cobrança adotadas em suas operações, também é fundamental.

4. Tenha uma grande rede de contatos

O mercado de capitais é altamente conectado e networking é essencial para acessar esse ambiente. Isso inclui se conectar com outros empreendedores, investidores, corretores e outros intermediários para obter informações e oportunidades valiosas.

Muitas vezes, são as conexões pessoais que levam a introduções a investidores ou a informações sobre novas oportunidades de investimento.

Além disso, fazer networking pode ajudar empresas a construir e manter uma reputação sólida, o que pode aumentar a confiança dos investidores.

5. Atente à regulamentação

O mercado de capitais é altamente regulamentado, e é importante entender e cumprir as leis e normas aplicáveis. Isso inclui registrar sua empresa e seus instrumentos financeiros.

Faça uma análise criteriosa de corretoras e empresas intermediárias e verifique se todas as operações estão de acordo com a regulação específica. Seguir a regulamentação ajuda não apenas a evitar sanções, mas também a atrair investidores.

A gente sabe que o âmbito jurídico pode ser difícil de ser destravado. Pensando nisso, nossa plataforma foi desenvolvida para oferecer uma estrutura jurídica pronta e plenamente em conformidade com a regulamentação atual.

Além disso, complementamos essa estrutura com recursos tecnológicos e bancários robustos. Esse conjunto proporciona a originadores não apenas liberdade, mas também padronização e eficácia no acesso à liquidez, minimizando a necessidade de intermediários.

Compartilhe o conteúdo

Leia também

Cassiano Cavalcanti BioCatch

Combater os primeiros indícios de contas laranjas garante a segurança financeira

Jose P Leal Junior

7 razões para a sua empresa ter uma tecnologia de recuperação de desastres

Rafael Kenji Hamada

Como superar os desafios mais comuns para startups na captação de investimento

Receba notícias no seu e-mail