Siga nas redes sociais

Search
Raquel Braga BKR
Foto: Guilherme Fernandes

5 tendências que vão impactar o mercado publicitário

Segundo o ex-diretor executivo da Microsoft, Bill Gates, a Inteligência Artificial (IA) é o avanço tecnológico mais importante das últimas décadas. Com a globalização da internet e os diferentes modos de usar essa ferramenta, ela também tem impactado o mercado de publicidade.

De acordo com operações baseadas em deep learning, um dos ramos mais avançados da IA, seu uso é até 50% mais eficiente na recomendação de produtos quando analisada com soluções menos desenvolvidas.

Atenta ao mercado e em todas as transformações de comportamento do público e consumidores, Raquel Braga, CMO da BKR, agência de publicidade que integra a produção cultural em seu modelo de negócios, elencou as 5 principais tendências que vão impactar a publicidade em 2024.

1. Live Shop

O modelo tem agradado muito aos consumidores por conta das grandes vantagens da combinação de audiência qualificada com entretenimento e vendas.

Segundo o 1º relatório de Live Shopping do Brasil, desenvolvido pela startup Mimo, o formato ainda irá crescer e se desenvolver mais, de acordo com a preferência de investimento de companhias.

Além disso, o relatório afirma que os setores que mais utilizam o live commerce são Moda, com 36% de representatividade na pesquisa, beleza, com 23%, casa e decoração, com 18%, e eletrônicos com 9%.

“A modalidade ainda tem muitos espaços que ainda não foram explorados, essa é uma excelente oportunidade para se tornar um diferencial em relação a concorrência dentro do mercado e conquistar um maior número de clientes e vendas. O fato do modelo ser uma novidade no Brasil, torna o momento ideal para quem quer se destacar e sair na frente”.

2. TikTok: Search Ads Toggle

Segundo a especialista, o lançamento da plataforma TikTok, Search Ads Toggle, será um grande aliado da publicidade, já que as marcas poderão posicionar seus produtos e serviços com base na relevância para cada usuário da plataforma.

“Sem dúvidas essa é uma das maiores tendências nas redes sociais, visando que estamos em um ambiente de competição causado pelo boom da rede. O Search Ads Toggle será uma ótima ferramenta para conversar com o público de uma maneira leve, com conversão e eficiência e será o aliado ideal para as marcas. Dessa forma, as empresas vão poder se engajar com a comunidade em diversos anúncios personalizados de acordo com o estilo da marca, isso tudo já no campo de busca”.

De acordo com um estudo realizado pelo próprio TikTok em 2023, 70% dos grupos de anúncios que estavam com a funcionalidade ativada apresentaram um desempenho mais eficiente do que os que não estavam, principalmente com resultados de conversões vindo dos anúncios no meio das pesquisas.

3. Rebrandings minimalistas

A grande onda dos rebrandings minimalistas tem dominado o mercado. Elas trazem um ar de inovação e seguem as preferências mundiais, já que em diversos lugares do mundo o movimento “menos é mais” já é realidade.

“As marcas estão cada vez mais tirando elementos da sua identidade visual, do seu logo, deixando mais simples, minimalistas. letras cursivas dão lugar à letra de forma, por exemplo. Essa movimentação começou e ganhou visibilidade em 2023, e vai se destacar em 2024. Os holofotes virarão para o branding, uma vez que canais de mídia estão cada vez mais saturados”.

4. Ativações Off

A mídia OOH volta a protagonizar os planos de mídia e junto dela as ativações off em formatos diferenciados em eventos e lugares de grande concentração de público. Voltando para os antigos métodos de divulgação, a ativação off tem como principal e essencial característica de realizar publicidade que não envolva internet.

O objetivo é conectar-se com um público em massa de uma maneira mais orgânica, na contramão das tecnologias atuais.

“A mídia digital está ficando saturada e muitas vezes interruptivas, em 2024 os esforços em ações off serão intensivados e voltados para experiência, para criar uma conexão com o consumidor”.

Uma pesquisa realizada pela GALERIA.ag e a JCDecaux, afirma que a mídia Out of Home (OOH) possui uma taxa de visualização 15% maior e 42% mais engajamento.

Além disso, de acordo com a diretora de mídia e digital da divisão Insights da Kantar, Maura Coracini, explica que, o pós-pandemia de Covid-19, tem feito com que os brasileiros voltaram a preferir e valorizar mais o contato das marcas nos ambientes presenciais e não por meio das telas e aplicativos.

5. Inteligência Artificial

Para a CMO, o uso da Inteligência Artificial como ferramenta de trabalho tem se tornado fundamental:

“2023 foi o ano da descoberta e 2024 é a consolidação. As ferramentas de IA acopladas em soluções do dia a dia vão ser parte essencial de várias profissões, principalmente para facilitar a análise de dados, na melhoria de processos e redução de custo”.

Em 2024, logo após a chegada do Chat GPT e edições de fotos, agora será a vez da conversão dos textos em vídeos. O modelo já estava sendo testado, mas apresentava algumas instabilidades, porém as principais plataformas como OpenAI, Google, Meta, Amazon e Microsoft estão trabalhando nisso.

“A Inteligência Artificial generativa será uma chance para todas as companhias encontrarem uma maneira de fazer campanhas publicitárias com uma maior velocidade e facilidade, desse modo, também encontrarão maneiras mais criativas e diferenciadas de fazer publicidade”, finaliza.

Compartilhe o conteúdo

Leia também

Ricardo Haag

Insatisfação no trabalho: qual o custo para as empresas?

Yara Machado Céu de Prata

Céu de Prata chega aos 400 mil clientes e prevê 60 mil pedidos

nordvpn

O que acontece com os dados na web depois que alguém morre?

Receba notícias no seu e-mail