Siga nas redes sociais

Search
Ideiacomm
Foto: divulgação

3 tendências disruptivas para a área de vendas

Por Camila Thomaz, diretora comercial da IDEIACOMM.

A relação entre vendas e inovação transcende a atualidade e vem se estreitando e transformando o cenário da área comercial à medida que novas tecnologias são desenvolvidas.

Com a constante evolução de ambos os segmentos, é essencial que as empresas fiquem atentas às próximas tendências mercadológicas para fundamentar suas estratégias e se manterem em crescimento e competitivas.

Assim, adentramos o ano de 2024 guiados pelos desdobramentos das tendências que já haviam começado a impactar o mercado no ano anterior, sendo empregadas, agora, com novas metodologias e em um ritmo cada vez mais acelerado, impulsionando os negócios e transformando a forma como nos conectamos e interagimos.

E, para trazer mais clareza sobre como se preparar para os próximos meses, selecionei as 3 principais tendências que prometem impactar a área de vendas neste ano: o uso do potencial analítico e preditivo da Inteligência Artificial e Machine Learning e o emprego da automação para eficiência operacional, o paradigma omnichannel para o aperfeiçoamento da experiência de compra e a integração entre as áreas comercial e de marketing.

1. Inteligência Artificial (IA), Machine Learning e automação

Com algoritmos avançados e análise preditiva aprimorada, a união entre Inteligência artificial e Aprendizado de Máquina (Machine Learning) já é um tema comum no ambiente de negócios mundial e promete continuar influenciando os resultados das companhias e revolucionando as metodologias da área comercial.

O segmento de vendas, em especial, tem muitas razões para implementar ferramentas de IA e ML em seus processos. Para se ter uma ideia, o relatório Sales Trends Report 2024 da Hubspot divulgou que 63% dos líderes de vendas afirmam que a IA torna mais fácil a competição com outras empresas.

Nesse sentido, os benefícios vão desde a redução do tempo gasto em tarefas manuais por meio da automação, liberando os vendedores para atividades mais estratégicas como a construção de relacionamentos e o fechamento de negócios, até um conhecimento mais aprimorado dos clientes e pontuação de leads otimizada, viabilizando maior personalização e consequente assertividade dos processos de vendas.

2. Omnichannel: foco na experiência do cliente

A pauta omnichannel, estratégia que integra todos os canais de interação de um negócio, continua sendo uma tendência central para a área comercial em 2024.

Uma pesquisa da Bornlogic (Omnicanalidade no Brasil) apontou que 77% dos consumidores já fizeram compras em mais de um canal da mesma empresa e 57% dos entrevistados afirmam que tiveram problemas solucionados por um canal diferente do acionado inicialmente.

Sendo assim, é fácil perceber que uma integração eficaz de lojas físicas, e-commerce, redes sociais e outros canais cria uma jornada de compra fluida para o cliente e desempenha um papel essencial, possibilitando às equipes de vendas personalizarem as interações, tendo como base os dados captados e os padrões de comportamento dos clientes observados em todos os pontos de contato.

Essa abordagem favorece imensamente a satisfação do cliente e fortalece a fidelização, mas precisa ser implementada de forma bem planejada, visando as especificidades do segmento e com estratégia estruturada em conhecimento profundo das necessidades do consumidor.

3. Integração entre marketing e vendas: uma parceria estratégica

Outra tendência importante é a colaboração estreita entre as equipes de marketing e vendas, que já traz resultados positivos para as empresas e é uma estratégia que vem ganhando cada vez mais relevância para os negócios.

A pesquisa Moments of Trust do LinkedIn mostrou que 85% dos líderes de vendas e marketing acreditam que o alinhamento entre essas áreas é a maior oportunidade de melhoria para o desempenho dos negócios no cenário atual.

Quando se promove a harmonia entre as estratégias de marketing e de vendas, o resultado é uma abordagem mais coesa ao longo do funil, desde a geração de leads até o fechamento de negócios.

Isso se dá por meio da troca contínua de insights e informações entre as equipes, permitindo uma compreensão mais profunda do comportamento do cliente e suas necessidades. Dessa forma, é possível otimizar campanhas de marketing e aprimorar as estratégias de vendas com muito mais eficiência.

Nesse sentido, as agências de comunicação full service se destacam, podendo ser uma peça-chave para o sucesso nas vendas, uma vez que oferecem uma gama completa de serviços e a expertise necessária para desenvolver estratégias de marketing alinhadas com os objetivos da área de vendas.

Em resumo, as tendências para a área comercial em 2024 estão profundamente enraizadas na inovação tecnológica e na integração estratégica dos departamentos envolvidos na experiência do cliente.

À medida que as organizações se adaptam às inovações do cenário atual e otimizam a estrutura de seus processos de vendas, elas poderão se posicionar de modo mais estratégico para atender às demandas do mercado e superar as expectativas dos clientes, impulsionando, assim, as conversões em um ambiente de negócios que, como vimos, não para de se transformar e evoluir.

Compartilhe o conteúdo

Leia também

Ricardo Haag

Insatisfação no trabalho: qual o custo para as empresas?

Lucas rodrigues Clipping CACD

A importância da IA nos índices de aprovação em concursos públicos

Yara Machado Céu de Prata

Céu de Prata chega aos 400 mil clientes e prevê 60 mil pedidos

Receba notícias no seu e-mail