Siga nas redes sociais

Search

5 estratégias que vão revolucionar a carreira de mulheres líderes

Foto: divulgação.

Para você, o que é ser um bom líder? Quais características e habilidades definem um líder? E mais, o que mantém as pessoas na liderança?

Essas são algumas de uma lista de perguntas que permeia o universo da liderança. E a liderança está em todos os lugares: desde o mundo corporativo ao doméstico.

Definir o que é liderança não é tarefa fácil. Definir quem irá exercê-la é ainda mais difícil. Então como podemos traçar estratégias para alcançar tais posições?

Bem, em se tratando das lideranças femininas, ainda temos muito a caminhar.

Hoje, as mulheres ocupam 37% dos cargos de liderança sênior das empresas no Brasil, de acordo com a 20ª edição do estudo Women in Business: Pathways to Parity, divulgado recentemente pela Grant Thornton. A empresa global de consultoria elencou os países que mais se destacam nessa estrutura, e o Brasil, que ocupa a 11ª posição, ficou atrás de países como África do Sul (2ª posição), Espanha (6ª) e França (9ª) e à frente do México (12ª), Irlanda (13ª) e Estados Unidos (16ª). O ranking é liderado pelas Filipinas, seguido por África do Sul e Tailândia. Embora este ano tenha apresentado um aumento na porcentagem de cargos de liderança ocupados por mulheres a nível global, o Brasil recuou cerca de 2% em comparação com o último levantamento, em 2023.

Portanto, além de políticas internas que contribuam para o crescimento desses números, nós, mulheres, também precisamos planejar nossa carreira para chegar aonde queremos.

Alguns pontos importantes:

1- Deixe os padrões do passado no passado. Não adianta assumir cargos de liderança executando e repetindo padrões engessados e ultrapassados. Esta é a nossa chance de usufruir de todas as nossas habilidades diferenciadas.

2- Lidere como uma mulher e não se deixe cair no automático dos modelos de liderança masculinos. Por mais que tenhamos excelentes referências masculinas, somos mulheres e esse é o nosso diferencial.

3- Adeque o ambiente de trabalho à realidade das mulheres. Defina novas métricas de produtividade e entregas. Incentive o seu time a conciliar vida pessoal e profissional de forma natural e saudável, motive seus colaboradores a terem uma visão integral do time, flexibilize agendas e a jornada de trabalho, conceda confiança à sua equipe e acredite nas entregas. Promova diálogos e feedbacks.

4- Lidere pelo exemplo. Seja você a mulher líder que também se beneficia com um modelo mais fluido. Não é apenas para o time, mas também para o seu bem. Faça o que você fala.

5- Seja uma porta-voz de novos modelos. Não tenha medo de testar o novo e, se der certo, não tenha medo de dividir os resultados positivos. Hoje, o mundo pede por novas lideranças, e esta é nossa oportunidade para entrar com tudo com o que mais sabemos fazer: liderar e entregar resultados de forma mais humana.

Compartilhe

CEO da Mubius Womentech.

Leia também

Receba notícias no seu e-mail